A Justiça do Trabalho passa a ter uma nova identidade visual. O Ato Conjunto TST.CSJT.GP.SG nº 21, de 11 de abril de 2017, definiu a nova identidade visual e o manual de aplicação da marca da Justiça do Trabalho eletrônica, regulando sua utilização. Além disso, criou o mascote oficial do Processo Judicial Eletrônico (PJe) no âmbito da Justiça do Trabalho eletrônica.

A necessidade de criação desse conjunto visual se deu em decorrência de vários fatores, como, por exemplo, a importância da identificação e difusão da imagem como elemento fundamental à consolidação da credibilidade e influência de uma instituição perante a sociedade; e a crescente exigência por uma comunicação de maior qualidade, eficiência e transparência, capaz de facilitar o conhecimento e acesso dos cidadãos aos serviços do Poder Judiciário, especialmente no que se refere à virtualização da Justiça do Trabalho.

A equipe de publicidade da Secretaria de Comunicação do TRT da 2ª Região, sob a supervisão de Maximiliano Carvalho, juiz auxiliar da presidência do CSJT e do TST, foi responsável pela proposta da nova identidade visual.

A utilização do mascote e da identidade visual será obrigatória nas comunicações oficiais e materiais de divulgação da Justiça do Trabalho eletrônica, observadas as diretrizes previstas no manual de aplicação da marca.

Nos termos do novo ato, fica também instituído o portal da Justiça do Trabalho Eletrônica (JTe), com endereço virtual para uma página na internet com todos os tribunais regionais do trabalho e munícipios-sede de varas do trabalho. O portal ainda está em fase de desenvolvimento, no entanto o aplicativo JTe já pode ser baixado em smartphones e permite checar a movimentação de processos, decisões judiciais, acompanhar notícias, jurisprudências e pautas de audiências e sessões, além de emitir boletos para pagamentos, entre outras comodidades.

Atualmente, a ferramenta contempla os processos do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (BA), TRT da 3ª Região (MG),TRT da 4ª Região (RS), TRT da 17ª Região (ES) e 21ª Região (RN) e, até o fim do ano, estará com dados processuais de todos os estados.

Quanto à identidade visual da JTe, o logotipo propõe demonstrar confiabilidade, fluidez e segurança, por meio de uma fonte moderna na predominância do azul e cinza. Juntamente com a logo, foi estabelecido um manual de aplicação para uso da nova marca.

Novo mascote do PJe

O KZ é um androide esférico em tom metálico, cujas expressões (felicidade e dúvida, por exemplo) podem ser facilmente percebidas por meio de um monitor no centro de seu corpo. Com um conceito mais contemporâneo e tecnológico, o mascote substitui o seu antecessor, o “Pejotinha”, que era representado pelo pen-drive, primeira forma de realizar a certificação eletrônica pelo sistema. O objetivo é mostrar que, com o avanço das tecnologias, o PJe na Justiça do Trabalho também está se modernizando, ficando mais ágil e atendendo às necessidades dos usuários.

O nome do mascote também representa progressos. KZ é uma abreviação da palavra japonesa “Kaizen”, que significa “melhoria” ou “mudança para melhor”. O lançamento oficial do mascote será definido pelo Comitê Gestor do PJe do CSJT.

Com informações de: CSJT