A Semana de Conciliação Itinerante em Mauá, realizada de 17 a 20 de abril, resultou em acordos em 50% das sessões realizadas. Segundo o Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec-2), das 102 audiências com presença das partes, chegou-se a consenso em 51 delas, somando R$ 1.885.231,03 obtidos nesses acordos. O índice de comparecimento ultrapassou 65%.

Mauá foi a terceira cidade a receber a conciliação itinerante. As primeiras foram Barueri e Arujá. O projeto, desenvolvido pelo Nupemec-2, com coordenação da vice-presidente administrativa do TRT-2, desembargadora Cândida Alves Leão, procura incentivar a resolução de conflitos entre patrões e empregados por meio do diálogo, tornando os processos mais céleres e aproximando o Judiciário dos cidadãos. Até o fim do ano, mutirões ocorrerão em outros municípios da 2ª Região, sem interferir nas atividades conciliatórias realizadas habitualmente nos Centros Judiciários de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Cejuscs) da capital.

Semana Nacional de Conciliação Trabalhista

De 22 a 26 de maio, três iniciativas simultâneas ocorrerão no âmbito do TRT-2: a próxima etapa da Conciliação Itinerante, em Santos; a Semana Nacional de Conciliação Trabalhista, nos Cejuscs Sede, Sul e Leste; e a nova Semana de Conciliação em Empresas de Telecomunicações, que será realizada pelo Cejusc-Sede. No total, espera-se realizar mais de 1.700 sessões de conciliação com esses três projetos.