Como agilizar a execução (fase processual em que se busca garantir o pagamento dos créditos trabalhistas a quem de direito), especialmente contra devedores contumazes ou renitentes, e não cair na armadilha do “ganhou, mas não levou?” Os 17 convênios ligados à execução, firmados com o TRT da 2ª Região, existem com esse intuito. O mais recente, com a Serasa, é mais uma ferramenta para garantir o pagamento desses créditos.

Veja como ele pode auxiliar, na reportagem abaixo, com o juiz  Ítalo Menezes, do Juízo Auxiliar de Execução do TRT-2.